FESTA JUNINA 2016

BALLET FITNESS

O Balé Fitness é uma modalidade que para muitas pessoas, ainda é novidade! É uma adaptação do balé clássico, porém mais focado na garantia de tônus e definição muscular.

A aula consiste em exercícios na barra técnica, com ênfase em isometria, sustentação e repetição, mesclando abdominais e agachamentos.

O Balé Fitness da Rit's procura trazer os melhores profissionais da modalidade, ao mesmo tempo em que são formados em educação física, fazendo com que a prática seja benéfica em todos os sentidos, pois faz com que o aluno tenha uma consciência corporal.


BALLET E JAZZ FITNESS

 

Uma aula diferente, que mescla passos técnicos do ballet clássico e jazz com exercícios de agachamento, abdominais e flexões. 

São as modalidade que ajudam a trabalhar a postura, deixa o corpo longilíneo, melhora o tônus muscular, a flexibilidade, a respiração e o equilíbrio. Além disso, as aulas trabalham a memorização, ajudam a adquirir agilidade, músculos alongados, alinhamento corporal e força abdominal e lombar. Um aula mais dinâmica, divertida, com músicas animadas e não só clássicas.

O grande foco dessa prática é o aumento no número de repetições e no tempo de isometria e sustentação muscular nos exercícios. Todo dia criamos uma aula diferente. Elas nunca são iguais umas às outras. Isso ajuda a fugir da monotonia de uma academia e estimula os alunos.

Além de queimar muitas calorias (cerca de 790 calorias em apenas meia hora para quem já está no nível avançado ou mais de 1500 calorias em uma hora de exercícios), a aula de ballet fitness provome, consequentemente, a perda de peso e definição muscular. O gasto calórico foi embasado em um teste realizado por um profissional de medicina esportiva, que monitorou uma aula e constatou todos os benefícios do ballet e jazz fitness.

De acordo com os testes metabólicos realizados, além de existir menor catabolismo (desgaste) comparado com os mesmos 30 minutos de corrida, houve ainda menor predomínio do tônus simpático (estresse cardiovascular) e maior oxidação de gordura. 

A aula mescla aeróbio com anaeróbio, trazendo força e ao mesmo tempo leveza e graciosidade, como poucas modalidades conseguem.

Para praticar o ballet ou jazz fitness não é necessário ter conhecimentos de dança. A diferença é que, quem já pratica, vai acompanhar a aula mais rapidamente. Mas, não é nada que prejudique quem está começando. O conselho é ter paciência, ânimo, persistência e, acima de tudo, tentar se divertir.
O ideal é que o aluno faça duas a quatro aulas por semana. Neste ritmo, certamente é possível substituir a musculação pelo ballet e jazz  fitness, sem precisar de uma atividade complementar. 

ESSE ARRAIÁ TÁ BAAÃO DEMAIS SOÔ!

 

 

PALESTRA: NUTRIÇÃO X ATIVIDADE FÍSICA

 

Uma alimentação saudável deve ser variada, em quantidade e qualidade, naturalmente colorida e valorizar hábitos alimentares dos brasileiros. Uma alimentação saudável previne o surgimento de várias doenças e melhora a qualidade de vida, funciona como fator de proteção se for adotada ao longo da vida. A prática de atividade física  também é um forte fator de proteção  de doenças.
Por isso a Rit's se preocupa tanto com a saúde de nossas bailarinas, para isso trouxemos a Nutricionista Debora Lisbora para um bate papo onde podemos tirar nossas duvidas e receber dicas de alimentação e também informações sobre os benefícios da atividade física.

Nutrição para Bailarinos - Uma dieta equilibrada é uma dieta saudável

 
Quando utilizados em conjunto na mesma frase, as palavras "bailarina" e "dieta" tendem a evocar imagens estereotipadas.

Comer bem, para comer sempre! ;)
Não precisa morrer de fome mas também não precisa morrer de comer!
É para comer certinho...

Como bailarinos precisamos manter o peso, mas sem loucuras!!! Nada de dietas malucas, ficar sem comer porque isso não vai fazer bem nem para você nem para sua dança!

Aqui estão os grupos básicos de alimentos que você deve incluir em sua dieta:


  • Carboidratos, como pães, grãos e cereais.
  • As proteínas, tais como peixe, ovos, e aves de capoeira.
  • As boas gorduras como nozes, abacate e azeite de oliva.
  • Frutas como framboesas, melão e banana.
  • Legumes como cenoura, espinafre e brócolis.
  • Produtos lácteos, como iogurte, queijo, leite e gordura reduzida.


Juntos, esses grupos de alimentos compreendem uma dieta equilibrada. Dietas que cortam um ou mais desses grupos, como carboidratos ou gorduras, irá causar um desequilíbrio perigoso. Da mesma forma, qualquer dieta que vai muito pesado em um grupo de alimentos pode levar a problemas de saúde como colesterol alto, problemas de funcionamento da glândula tireóide e retenção de água.
E aí vão algumas dicas para se colocar em pratica!

Beba bastante água durante o dia, e principalmente durante o treino;

Coma mais alimentos com um alto teor de fibras (cereais como aveia e trigo, frutas como ameixa, mamão, maçã, entre outros);

Procure fracionar a sua dieta fazendo vários lanches durante o dia;

Não pule refeições;

Coma devagar mastigando bem os alimentos;

Nunca deixe de atingir suas necessidades calóricas e adeque sua alimentação consumindo alimentos de todos os grupos, já que cada um deles possui diferentes e importantes funções no seu organismo.

Pensando nisso a Cantina da Rit's está preparada para servir seus alunos com os melhores alimentos para você nutrir ainda mais a sua dança!

 

 

BALLET INFANTIL 

#Momento fofura

 

 

IMPORTÂNCIA DO UNIFORME NAS AULAS

 

Além de uma questão de organização e disciplina, as práticas corporais exigem roupas adequadas para sua execução, isto é, roupas que permitam o livre movimento das articulações, a adequada transpiração, a visibilidade da postura correta pelo professor etc...

 

Collant: ajuda muito na colocação do tônus da parede abdominal e na correção da postura.

Sapatilhas e meia calça: importante que sejam rosa, principalmente nas aulas de ballet, pela clareza que facilita a visualização do movimento para correção do professor.

Saia: é necessário somente para as crianças para o alinhamento e posicionamento dos braços, uma vez que para os mais velhos atrapalha na correção.

Cabelos: se for comprido tem que ser preso com coque, inclusive a franja. Lembre-se dos cambrés e das piruetas. Mesmo que não seja com gel, use grampos, presilhas tic-tac e redinha para que não soltem durante a aula. Em caso de cabelos curtos é necessário o uso de faixas para que não caia sob o rosto. O ideal é a cabeça estar livre.

Acessórios: Retire tudo que não faz parte do figurino de uma bailarina (o). Brincos grandes, relógios, colares, pulseiras, piercing aparente... Além de poder cair e quebrar pode haver o caso de uma colisão com outro bailarino na aula. Pense na sua segurança e na dos outros.

Inverno: fica impossível evitar as sobreposições com mil camadas de roupas, claro. Casacos, perneiras e polainas são sim permitidos, mas é necessário o uniforme completo por baixo, pois conforme a aula esquenta e o corpo vai se aquecendo as camadas vão sendo retiradas.

 

O uso da vestimenta correta é obrigatório em todas as aulas e não é permitido o uso de uniformes que não sejam da Cia. de Dança Rit’s.

 

COQUE!

Ao passear pelas ruas em meio a multidões, ao olhar para os cabelos você percebe logo quem é bailarina. Bailarina não pode se dar ao luxo de ter cabelos ao vento ou ousar nos penteados, os grampos entre os fios não possibilita que isso ocorra.
Os coques não te deixam perceber se o cabelo é liso, ondulado ou crespo; ressecado ou bem cuidado; com as pontas claras ou escuras por inteiro; ficam todas iguais. Na verdade acredito que um dos intuitos das bailarinas usarem coque deve ser esse, o de fazer com que todas se tornem iguais ou pelo menos parecidas. Além — é claro — de evitar que as bailarinas dancem com os cabelos no rosto (até porque não seria nada agradável fazer “fouettés” com os cabelos batendo no rosto e cobrindo os olhos), o coque faz com que você se atrase para as aulas. Acredito também que seja um método que força você a criar disciplina, pois se você não se programasse antes de ir para aula, reservasse uns dez minutos para fazer o coque, você chegaria atrasada.
Há quem o faça no ônibus, carro ou até caminhando; desviando dos postes e dos olhares intrigados das pessoas dali. É aí que a bailarina vê que cresceu. Porque antes a mãe sempre fizera o coque bem puxado e cuidadoso enquanto você brincava. E ao crescer, você percebe que ele não “brota” na sua cabeça do nada, que é preciso estudar arquitetura para aprender a fazer um coque que não se desfaça e que não deixe os fios soltos.
É incrível como o coque diz sobre as pessoas; se uma bailarina está fazendo aula com um coque descuidado, com os fios arrepiados, com certeza ao sair da sala você percebe que ela não é vaidosa, nem se preocupa com os mínimos detalhes; se você vir uma garota com o coque feito com um nó dado no cabelo, provavelmente ela não seja delicada. Mas acho que vai ainda mais além: se a pessoa não se preocupa com o seu coque, ela não está preocupada com a aula e muito menos com a sua arte; se ela trata o coque de qualquer jeito, ela é indiferente em relação ao ballet clássico. O coque não é um mero penteado. É com ele que você se sente bailarina, é com ele que as pessoas te identificam como tal; é fazendo-o que você começa a se preparar para a sua arte.
Antes de ir para uma balada ou cinema, as garotas começam a arrumar o cabelo duas horas antes. Se ele estiver feio é justificativa de ficar em casa. O coque deve ser tratado da mesma forma, ou melhor; porque você não está o preparando para ir ao cinema ou dar uma volta por aí: está se preparando para algo maior; preparando-se para algo que é a sua vida e que será seu futuro.
Não reclame por o seu cabelo estar ressecado por conta do coque: se ele não estivesse ressecado sua alma estaria vazia, pois não estaria alimentada pela arte. E eu vejo tantas pessoas enfeitando o coque, não necessariamente enchendo-o de arabescos, mas tornando-o algo que as faça sentirem bonitas, que não as faça esquecer-se de sua vaidade.
Se você dançasse com os cabelos soltos, seria igual às outras modalidades de dança; mas você escolheu o ballet clássico, e ele é diferente de tudo. É ele que te traz emoções diferentes de todas já sentidas, e te torna diferente de todos.
— Lucas Splint

 

 

DIA DAS MÃES

Hoje foi dia de cuidar da mamãe! 

Nossas bailarinas trouxeram suas mamães aula, corrigiram sua postura, alongaram e mostraram seu dia dia no ballet com tudoo que estão aprendendo!


STILETTO

A famosa aula de dança sobre salto alto inspirada nas divas pop que elimina até 600 calorias!

Com coreografias sensuais das músicas de Beyoncé, Pussycat Dolls e Anitta, a Stiletto Dance é a aula de dança sensual que promete ser uma das grandes pedidas deste verão nas academias

Essa é para quem sempre quis colocar para fora a diva que existe dentro de si. Que tal ir à academia tonificar os músculos e enxugar medidas dançando de salto alto?

Pois a Stiletto Dance é uma modalidade de dança sensual que tem tudo para ser uma das grandes pedidas deste verão.

Ao misturar jazzhip hop e música pop, a aula, que promete queimar 600 calorias em 1 hora, foi inspirada nas performances fatais de cantoras como BeyoncéPussycat Dolls e até Anitta que, por sua vez, se inspiraram nas poderosas dançarinas dos espetáculos da Broadway.

A Stiletto Dance foi criada pela artista Dana Foglia, professora do Broadway Dance Center, em Nova Iorque, a partir da necessidade dos bailarinos aprenderem a dançar de salto alto para apresentações em clipes, shows e comerciais. 

Um dos focos da modalidade é trabalhar a sensualidade e feminilidade da mulher, ao mesmo tempo que também beneficia a postura e o equilíbrio. Isso tudo sem (jamais) descer do salto e, de quebra, batendo um cabelo!

Mas engana-se quem pensa que é chegar, subir no salto e sair dançando logo de primeira. Antes é preciso se aquecer para evitar distensões e lesões musculares. O modo correto de se portar com o salto é elemento priorizado desde o início.

A escolha do sapato ou sandália confortável é primordial. O modelo mais adequado são os de salto com envergadura média e com fixação no colo do pé. No início, as alunas usam salto mais baixo, de 5 cm. Mas, depois que encontram equilíbrio e ganham confiança em si mesmas, apostam nos de 10 a 15 cm.

Apesar de não existir um uniforme oficial, a legging reina entre as alunas. É uma peça que dá liberdade de movimentos e as faz se sentirem poderosa.

 

AGORA QUE JÁ CONHECE COMO FUNCIONA A MODALIDADE, VEM EXPERIMENTAR E INSCREVA-SE NO CURSO DE FÉRIAS!

BAILARINAS EM RITMO DE CARNAVAL!


 

Alongamentos X Dores Musculares

Alongamentos são os movimentos feitos para alongar os músculos. São muito importantes para pessoas que fazem exercícios e fundamentais para os bailarinos que precisam de flexibilidade e leveza. São movimentos fáceis, mas quando feitos de forma incorreta, podem fazer mais mal do que bem, por isso é importante a orientação do professor. Para alongar não é preciso forçar bruscamente os limites, é necessário que se pratique devagar, especialmente no início, começar de leve e repetir todas as aulas para entrar em forma. Aberturas de pernas e alongamentos mais difíceis devem ser feitos com o corpo aquecido (em atividade física), no meio ou no final das aulas, nunca no começo, para evitar distensões musculares.
Benefícios do alongamento
1 Reduz as tensões musculares e dão a sensação de um corpo mais relaxado
2 Servem de benefícios para a coordenação
3 Aumentam o âmbito de movimentação
4 Previne lesões como distensões musculares, pois um músculo alongado resiste mais às tensões
5 Facilita as atividades de desgaste
6 Desenvolve a consciência corporal e aprende a se conhecer
7 Ajuda a liberar os movimentos bloqueados por tensões emocionais
Atenção!
* Para evitar aquelas dores chatas nos músculos depois da aula, sempre se aqueça o máximo possível antes desta. Mas atenção! Não pense em alongar-se bastante! Nunca extrapole seus limites, pois a aula ainda vai começar, ou seja, você tem muito o que se alongar ainda... Senão, isso poderá resultar em muita dor de cabeça (e de músculos) depois.

Se você tiver sofrido algum problema físico, uma cirurgia nas articulações e
músculos, é bom consultar um médico antes de começar um programa de exercícios ou alongamento.

INFORMAÇÕES PELO TELEFONE OU NA RIT'S CIA DE DANÇA

NESTE DIA DAS CRIANÇA A RIT'S CIA DE DANÇA FOI COMEMORAR APRESENTANDO DUAS COREOGRAFIAS DO ESPETÁCULO "GNOMEU E JULIETA" NA PRAÇA DA MATRIZ!

 

E TAMBÉM APROVEITOU PARA REENCONTRAR UM EX BAILARINA DA CIA!

UM POUQUINHO DOS ENSAIOS...

"GNOMEU E JULIETA"

 

Confira mais fotos no album!

 

Nossas princesas estão ensaiando muito para o espetáculo "Gnomeu e Julieta"

Você já experimentou os lanchinhos da Cantina da Rit's?!
Opção gostosas e saudáveis para repor suas energias depois de muuuita dançaa!!

 

ENTRE ENSAIOS E AULAS A CIA SE REUNIU TAMBÉM PARA TORCER PELO NOSSO BRASIIL!

VENHA VOCÊ TAMBÉM DANÇAR EM RITMO DE COPA!

 

OS ENSAIOS PARA O ESPETÁCULO JÁ COMEÇARAM A TODO VAPOR!!! 

E AS CRIANÇAS JÁ ESTÃO SE DIVERTINDO!

AGUARDE...

12 E 13 DE SETEMBRO

A nutricionista Débora Lisboa veio até a Rit's dar uma palesta sobre ALIMENTAÇÃO X EXERCICIOS FISICOS

Nos dando dicas de alimentos de qual o melhor horário a se alimentar, quais alimentos ingerir antes e após as atividades e a sua influencia no exercício!

A família Rit's agradece por deixar nossas bailarinas mais saudáveis!

 

NOVIDADE!!!

 A Rit's Cia de Dança está com uma nova modalidade, AERODANCE!

Exercitar ao som de diversos ritmos musicais como axé, samba, salsa, mambo, forró,

merengue, street, funk, entre outros com muita diversão.

  Aulas ministradas pelo professor Rodrigo Medeiros formado em Educação Física, tem como objetivos principais: Queimar calorias (aproximadamente 500 calorias),  Relaxar, Combater o estresse, Melhorar o condicionamento cardiorrespiratório, coordenação motora e a força muscular.

Aulas aos sábados das 10h as 11h.

Agende sua aula na secretaria, vagas limitadas!

 

OS DVD'S DO ESPETÁCULO LA FILLE JÁ ESTÃO A DISPOSIÇÃO NA SECRETARIA!

 

A FESTA JUNINA NA RIT'S CIA DE DANÇA FOI SENSACIONAL!!!

CONFIRA AS FOTOS NA NOSSA PAGINA DO FACEBOOK!

MUSICA

Esta seção está vazia.